O Expresso Regional

Baixada Santista: Primeira operação da Agência apreende drogas e armas

Baixada Santista: Primeira operação da Agência apreende drogas e armas

Baixada Santista: Primeira operação da Agência apreende drogas e armas
março 16
13:48 2013

Segurança Pública – Ação contou com a participação de 650 homens das polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, além de agentes da Receita Federal e da Secretaria de Estado da Fazenda e promotores do Ministério Público Estadual.

ER

Da Reportagem

A Agência é fruto de um convênio firmado em novembro de 2012 entre o governador Geraldo Alckmin e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

A Agência é fruto de um convênio firmado em novembro de 2012 entre o governador Geraldo Alckmin e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso.

Mais de 30 quilos de drogas, mais de R$ 100 mil apreendidos e 10 pessoas detidas (sete procurados capturados, dois presos em flagrante e um adolescente apreendido) foram os resultados da primeira operação da Agência de Atuação Integrada, entidade criada por meio de convênio firmado entre os Governos do Estado e Federal.

A operação, que reuniu cerca 650 homens das polícias Civil, Federal, Militar, Rodoviária Federal, além de agentes da Receita Federal e da Secretaria de Estado da Fazenda e promotores do Ministério Público Estadual, aconteceu em Guarujá e Cubatão (favela da Vila dos Pescadores), na Baixada Santista, na manhã desta quinta-feira.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=IJtyK-DWDQY?rel=0]

A operação foi pioneira no País. “Em 39 anos de polícia, nunca havia visto algo parecido no Brasil”, afirma o delegado Aldo Galiano Júnior, diretor do Deinter-6 e coordenador das ações da Polícia Civil na primeira operação da agência. “É um novo paradigma de atuação policial que cria uma cultura que tende a se repetir inclusive regionalmente.”

Para o diretor da Polícia Federal em Santos, Reinaldo Campos Sperandio, a integração é um fator crucial no sucesso das operações policiais e combate ao crime organizado – objetivo principal da Agência de Atuação Integrada.

A Agência é fruto de um convênio firmado em novembro de 2012 entre o governador Geraldo Alckmin e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso. Ela é um dos seis eixos de ação de combate e prevenção ao crime previstos no acordo.

O órgão congrega todas as polícias, além do Ministério Público Federal e Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP). “A experiência é pioneira e consagra o modelo de atuação interagências já experimentado em outros países”, conclui o secretário Fernando Grella.

Abaixo, os números da operação na Baixada Santista.

Balanço da Operação Integrada

Foram empregados efetivos diversos e de maneira conjunta dos órgãos que seguem:

• Polícia Civil – 232 Policiais Civis (DEIC/DENARC/DEINTER 6), 69 viaturas, 1 helicóptero Pelicano,

• Polícia Militar – 170 Policiais Militares (CPI-6,CPChq,CPRv,6 GB, GRPAe), 47 viaturas, 1 helicóptero Águia, 4 cachorros,

• Secretaria da Fazenda Estadual (12 fiscais) e Federal (15 fiscais),

• Polícia Federal – 135 Policiais Federais, 43 viaturas, 1 lancha Titan,

• Rodoviária Federal – 21 Policiais Rodoviários Federais, 7 viaturas, 1 caminhão scanner.

RESULTADO FINAL

As informações são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Artigos relacionados

0 Comments

Sem comentários

Nenhum comentário até agora. Quer começar?

Comentar

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Visite nosso CANAL no Facebook

Canal Expresso Regional

Portal de Notícias ER

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira