Something went wrong with the connection!

O Expresso Regional

Dengue: população tem papel fundamental no combate ao mosquito

Dengue: população tem papel fundamental no combate ao mosquito

Dengue: população tem papel fundamental no combate ao mosquito
março 13
09:04 2015

Materiais deixados em nosso próprio quintal, podem abrigar focos do Aedes Aegypti

ciclo-da-dengue

Da Redação – A dengue atinge mais de 230 mil pessoas no Brasil. Todo o estado de São Paulo está em alerta, com o crescente número de vítimas do mosquito da dengue. Na região da Baixada Santista aparecem 1.303 casos, durante os dois primeiros meses de 2015 e na primeira semana de março.

Para combater o mosquito, não bastam as ações promovidas pelas autoridades dos estados ou municípios. É necessária também, a colaboração dos moradores. A população deve se juntar na luta contra a dengue com pequenas ações que podem prevenir a transmissão da doença. Toda pessoa pode fazer a sua parte nessa guerra contra o mosquito.

É importante tomar cuidado com materiais jogados em nosso próprio quintal, que possam abrigar focos do Aedes Aegypti. Deve-se tomar precauções para a eliminação de vestígios de larvas do mosquito em nossas casas.

Entre elas estão:

  1. Evitar o acúmulo de lixo, colocá-lo em sacos plásticos, manter as lixeiras bem tampadas e não jogar entulho em terrenos baldios. Jogue o lixo no lixo.
  2. Deixar ralos cobertos por telas e observar se estes não estão entupidos.
  3. É recomendado que garrafas, baldes e latas sempre estejam de cabeça para baixo.
  4. Lave com frequência as vasilhas de água e comida de animais.
  5. Evite deixar acumular água na parte de baixo dos bebedouros.
  6. Não deixar acumular água em materiais descartáveis, vasos de plantas, pneus, ou qualquer local em que possa ficar resíduo de água parada.

 Outras recomendações:
Coloque areia até a borda dos pratinhos de vasos de plantas. Ou os lave regularmente com uma escova, água e sabão. No caso de plantas aquáticas, jogue fora a água, limpando o vaso com a ajuda de uma escova, acrescentando sabão e enxaguando-o logo em seguida. Faça isso uma vez por semana.

Caixas d’água também merecem cuidado especial, e devem estar sempre bem tampadas. O mesmo cuidado com tonéis e outros tipos de depósitos, em que se faz necessária a limpeza com água e sabão.
As calhas são outras que precisam ser limpas com frequência, pois, qualquer obstrução na passagem de água, pode empoçar, virando um possível foco do mosquito.
O cuidado com piscinas se faz regularmente, tratando-as com cloro. E caso não houver o uso, esvazie-a, não deixando para trás vestígios de poças d’água.

Pneus velhos o que fazer? Basta entregá-los ao serviço de limpeza urbana da Cidade.

Para ler mais notícias, curta a página do Expresso Regional no Facebook, siga nosso Twitter ou adicione ao Google+ Clique no ícone abaixo para a página principalLogo caixa pequena
Baixada Santista – Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, São Vicente, Santos, Guarujá, Bertioga, Cubatão. Vale do Ribeira – Itariri, Pedro de Toledo, Miracatu, Juquiá, Ilha Comprida, Iguape, Cananéia, Registro.

Artigos relacionados

0 Comments

Sem comentários

Nenhum comentário até agora. Quer começar?

Comentar

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Curta nossa página no Face

Portal de Notícias ER

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira