O Expresso Regional

Eike Batista tenta acordo com os índios para construir porto em Peruíbe

Eike Batista tenta acordo com os índios para construir porto em Peruíbe

Eike Batista tenta acordo com os índios para construir porto em Peruíbe
novembro 02
10:15 2012

Publicado por Tuca Fumagalli em outubro 2012

Se sair do papel, Porto Brasil deve gerar cerca de 35 mil novos empregos diretos e indiretos

Segundo nota publicada pela Revista Veja, em outubro, (31), Eike Batista tenta encontrar uma forma de acordo com os índios que ocupam a área, onde pretende construir o porto em Peruíbe, litoral sul de São Paulo.

Essa questão indígena foi o motivo da visita que dois importantes membros da equipe jurídica de Eike, Ellen Gracie e Claudio Lampert, fizeram a alguns ministérios em Brasília no mês passado.

Se colocado em prática, o projeto industrial portuário, conhecido como Porto Brasil, entre a sua construção e operação, deve gerar cerca de 35 mil novos empregos diretos e indiretos na região. Isso porque além do porto, a LLX deverá movimentar diversos tipos de carga, necessitando de pátios para contêineres, depósitos, tanques para líquidos, armazéns e outros equipamentos necessários para as operações.

No Complexo Industrial Taniguá, acoplado ao porto, estão previstas atividades industriais: elétrica, centros de pesquisa, fabricação de máquinas e equipamentos, moldados de concreto, centros de distribuição, processamento de carnes e alimentos, e outras.

Também está prevista a construção de uma ilha artificial, a três quilômetros da costa, para atracação de grandes navios, onde a profundidade passa de 17,5 metros.

O projeto do megaterminal privativo prevê ainda uma capacidade de escoamento para 21 milhões de toneladas de minério de ferro anual; 8,7 milhões de metros cúbicos de granéis líquidos; 28 milhões de toneladas de granéis sólidos; e 12 milhões de toneladas de fertilizantes.

O investimento inicial está previsto em três bilhões de dólares para a construção do porto de Peruíbe que, se concretizado, deverá ser o maior e mais moderno porto de toda a América Latina.

Na escolha do local ideal para o mega empreendimento, foram realizados centenas de estudos e pesquisas, onde se concluiu que o município de Peruíbe atendia as melhores condições. A Cidade além de estar localizada a apenas 119 km de São Paulo, a maior Capital do País, possui localização estratégica para o complexo portuário. Peruíbe pode ser ligado através de ferrovia e rodovias ao norte e sul do país, dispondo da maior faixa de terras confrontando- se com o oceano.

“No momento o projeto Porto Brasil está apenas suspenso, mas não cancelado”, destacou Camila Anker, coordenadora de Relações com os Investidores em São Paulo.

Artigos relacionados

1 comentário

  1. Claudio Luiz Santos da Silva
    Claudio Luiz Santos da Silva abril 16, 16:56

    Já venho lendo ou ouvindo algum tempo esta historia, espero que saia do papel.E vire realidade, baixada santista precisa de mais empregos para seus habitantes.

    Responder esse comentário

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Visite nosso CANAL no Facebook

Canal Expresso Regional

Portal de Notícias ER

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira