O Expresso Regional

Encadeamento Produtivo harmonizando as relações empresariais

Encadeamento Produtivo harmonizando as relações empresariais

Encadeamento Produtivo harmonizando as relações empresariais
dezembro 14
21:50 2013

ER

Por *Geraldo Ivan Oliveira da Cruz

Geraldo Ivan Oliveira da Cruz

Geraldo Ivan Oliveira da Cruz

Após a 2ª Guerra Mundial e durante a chamada Guerra Fria, protagonizada pelos Estados Unidos da América e pela extinta União Soviética, era comum as práticas secretas e extremamente restritivas no desenvolvimento de processos produtivos, na sua maioria concebidos e trabalhados no âmbito das indústrias bélicas, navais, aeronáuticas e nas demais indústrias de base que tinham na transformação mineral a principal forma de fabricação de objetos utilitários.

Qualquer interferência que viesse a minar a autonomia ou parte do domínio tecnológico era tida como espionagem industrial e como tal era passível de medidas extremas, que em alguns casos culminou em pena capital para os ousados espiões da época.

Nos anos 80 e 90 com o advento do processo de reengenharia, juntamente com métodos de controle de qualidade, a indústria mundial, visando maior abertura e relacionamento empresarial profícuo, adotou a prática do desenvolvimento de fornecedores; mantendo se o foco na atividade principal e promovendo a chamada terceirização das atividades acessórias, gerando com isso oportunidade de ações empreendedoras em novos negócios, facilitando o surgimento de cadeias produtivas bem estruturadas e mais consistentes no enfrentamento da concorrência.

Os processos produtivos industriais evoluíram na busca do aumento da produtividade, com práticas de controle total da qualidade, trabalhando tecnologias de ponta, passando pela TI tecnologia da informação chegando à nanotecnologia. Em meio a toda essa evolução tecnificada e de gestão com maior eficácia, os processos produtivos tornaram-se mais permeáveis, onde a valorização do capital humano e a prática do Benchmarking tem possibilitado entre as empresas a adoção das melhores práticas “alheias”; adaptando-as às peculiaridades de plantas industriais similares, em empresas comerciais de atuação no mesmo segmento de mercado e nas prestadoras de serviços congêneres.

Na toada desse desenvolvimento, mas focado nas MPEs o SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, percebeu na permeabilidade das cadeias de valores das grandes empresas as oportunidades de inserção dos pequenos negócios; em atividades paralelas ou em série, através do fornecimento de bens e serviços, sejam eles de características industriais, comerciais, de prestação de serviços ou no segmento do agronegócio.

Consultores especialistas nos diversos segmentos produtivos disponibilizam suporte técnico e de gestão aos empresários e gestores de grandes, pequenas e micro empresas, visando harmonizar as relações empresarias, tornado-as mais lucrativas, ágeis, aumentando a eficiência e melhorando os resultados dos níveis de competitividade. Nesse processo sinérgico chamado “Encadeamento Produtivo”, busca-se atender interesses comuns, com excelentes níveis de qualidade nos processos e nos produtos, inovando sempre na busca do aumento da produtividade, tendo como premissas a sustentabilidade ambiental, social e econômica.

Novos tempos, grandes oportunidades e excelentes desafios. Nunca é tarde para quem quer empreender!

 

* Geraldo Ivan Oliveira da Cruz

Pós Graduado em Planejamento e Gestão Empresarial

Mestre em administração e Gestão Ambiental

Consultor Empresarial

Artigos relacionados

1 comentário

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Visite nosso CANAL no Facebook

Canal Expresso Regional

Portal de Notícias ER

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira