Something went wrong with the connection!

O Expresso Regional

Entenda como funciona a eleição para vereador

 Últimas notícias

Entenda como funciona a eleição para vereador

Entenda como funciona a eleição para vereador
agosto 11
21:05 2016

Crédito da Imagem: Divulgação Câmara de Peruíbe

 

Você sabe o que faz um vereador? Como é a eleição do Legislativo?

Em algum momento você já deve ter se deparado com alguma dessas perguntas. Caso não tenha uma resposta na ponta da língua, não se desespere. A regra para eleição de vereador (assim como para deputado) é tão confusa que até os mais estudiosos costumam se perder nas explicações.

Primeiramente é preciso diferenciar como funciona a escolha de um prefeito e de um vereador. O prefeito é eleito com o “sistema majoritário”, na qual o vencedor é aquele que atinge a maioria dos votos. Em cidades com mais de 200 mil eleitores (não são os casos de Itariri, Peruíbe e Pedro de Toledo), é necessário que o prefeito tenha 50% dos votos válidos mais um. Caso contrário, é feita uma nova eleição com os dois mais bem votados no chamado “segundo turno”.

E o vereador? Ele é eleito pelo “sistema proporcional”. É aí que moram todas as dúvidas, pois nem sempre o mais votado consegue ganhar uma eleição.

Para ficar mais simples, você deve ter em mente que o voto para vereador primeiro vai para o partido ou coligação, e depois volta para o candidato. Ao digitar o número do João da Silva (apenas um exemplo), você está contribuindo para que o partido ou coligação dele tenham cadeiras no Legislativo, e dependendo da situação o João Silva pode ser eleito ou ajudar outro candidato do partido ou coligação. Complicou, né?

Se você é bom de matemática, a compreensão fica mais fácil. A regra geral é a seguinte: o total de votos válidos de uma eleição para vereador (excluindo brancos, nulos e abstenções) é dividido pelo número de cadeiras. O resultado dessa divisão é o que chamamos de quociente eleitoral, ou seja, a quantidade de votos que um partido precisa para eleger um vereador.

Digamos que na sua cidade, a eleição tenha 10.000 votos válidos para 10 cadeiras de vereador. É só dividir: 10.000 ÷ 10 = 1000. Portanto, nesse caso, o partido precisaria de 1 mil votos para ter uma cadeira, 2 mil para ter duas, 3 mil para ter três e assim por diante.

Se o partido conseguir 2 mil votos, ele terá direito a duas cadeiras. E quem ficará com essas vagas? Os dois mais votados dentro do mesmo partido. Entendeu?

Esse sistema é injusto porque permite o surgimento da figura do “puxador de votos”, como é o caso do Tiririca. Ele consegue ter votação tão expressiva que garante além da sua cadeira mais mais vagas para o partido. Ele é considerado “puxador” porque consegue eleger candidatos do mesmo partido ou coligação que tiveram votos insuficientes para conseguir a vaga sozinho.

Por outro lado, os partidos incentivam que muitas pessoas se filiem e se candidatam, mesmo que não tenham chance alguma no pleito. É um tal de “tio do açougue” para cá, “Zezinho da ambulância” para lá, que todo mundo fica perdido para escolher alguém. Os 20, 30 votinhos de cada um (tipo do João da Silva) pode ajudar a legenda a alcançar o quociente eleitoral e eleger os seus candidatos mais fortes.

Por isso, provavelmente você já deve ter votado em muitas pessoas, mas acabou ajudando a eleger candidatos que nem imaginava.

É isso. Pense bem, reflita e escolha o melhor candidato para representar a sua cidade.

Para ler mais notícias, curta a página do Expresso Regional no Facebook, siga nosso Twitter ou adicione ao Google+ Clique no ícone abaixo para a página principalLogo caixa pequena

Baixada Santista – Peruíbe, Itanhaém, Mongaguá, Praia Grande, São Vicente, Santos, Guarujá, Bertioga, Cubatão. Vale do Ribeira – Itariri, Pedro de Toledo, Miracatu, Juquiá, Ilha Comprida, Iguape, Cananéia, Registro.

Artigos relacionados

0 Comments

Sem comentários

Nenhum comentário até agora. Quer começar?

Comentar

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Curta nossa página no Face

Portal de Notícias ER

Parceiros

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira