O Expresso Regional

Greve no polo industrial de Cubatão prevista para segunda-feira (6)

Greve no polo industrial de Cubatão prevista para segunda-feira (6)

maio 05
20:30 2013

ER

Da Reportagem

Cerca de 10 mil operários das empreiteiras do polo industrial de Cubatão e cidades vizinhas entram greve a partir das 7 horas desta segunda-feira (6). Em assembleia realizada na sexta-feira (3), eles rejeitaram contraproposta das empresas, prevendo reajuste salarial com base no INPC de maio, data-base da categoria, mais 10% desse índice.

Se o INPC do mês, ainda a ser divulgado, for de 7%, a correção salarial seria baseada nesse percentual, mais 10% dele, ou seja, 0,7%. A proposta foi rejeitada por unanimidade. Os cerca de 10 mil operários reivindicam reajuste com base na inflação de 12 meses, mais aumento real de 8%, vale-alimentação de R$ 20 e correção da grade salarial.

Ao Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial, as empreiteiras propuseram correção do vale refeição conforme o INPC mais 10% dele e grade própria. O presidente do Sintracomos, Macaé Marcos Braz de Oliveira, diz que “a responsabilidade pela greve é única e exclusiva das empreiteiras, principalmente as que prestam serviços à Petrobras”.

A assembleia foi convocada nos termos da lei de greve (7783-1989) e lotou a subsede do sindicato, na Avenida Joaquim Miguel Couto, 337, como já aconteceu inúmeras vezes. No ano passado, a greve foi de 12 dias. A maior concentração de grevistas é no portão 10 da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), mas há 14 outros pontos de grande mobilização, em diferentes indústrias.

O presidente nacional da central Força Sindical, deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), estará presente. E também o secretário-geral da central, ‘Juruna’ João Carlos Gonçalves.

Artigos relacionados

0 Comments

Sem comentários

Nenhum comentário até agora. Quer começar?

Comentar

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *