O Expresso Regional

Jovens protestam contra Feliciano durante comemoração dos 10 anos da Seppir

Jovens protestam contra Feliciano durante comemoração dos 10 anos da Seppir

março 23
11:56 2013

Cidadania

ER

Da ABr

Um grupo de jovens ligados à Assembleia Nacional dos Estudantes Livres aproveitou o evento comemorativo pelos dez anos da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) quinta- feira (21) para protestar contra a eleição do deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

Eles levantaram cartazes pedindo a saída do deputado do cargo e foram aplaudidos por autoridades e pelo público que lotou, pela manhã, a Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional de Brasília. Feliciano é acusado de postar nas redes sociais mensagens consideradas homofóbicas e racistas.

O aluno de serviço social da Universidade de Brasília (UnB) Mário Lima, 26 anos, que participou do protesto, explicou que o objetivo foi marcar a insatisfação do grupo em um evento com grande repercussão.

“Não consideramos que o presidente da comissão nos representa nem representa o povo brasileiro. Por isso, acreditamos que esse é o melhor momento para explicitar nossa opinião, em um espaço com tanta gente que luta pela redução das desigualdades no país”, disse.

Diante das manifestações contrárias à permanência de Feliciano no cargo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse mais cedo que vai tomar uma medida definitiva sobre o impasse até a próxima terça-feira (26).

Na quarta- feira (20), em virtude de protestos, a audiência pública da Comissão de Direitos Humanos foi cancelada, poucos minutos depois de iniciados os trabalhos. A comissão iria debater questões relacionadas ao tratamento de pessoas com transtorno mental, a pedido do deputado Henrique Afonso (PV-AC).

Pouco antes, parlamentares de diversos partidos lançaram, na Casa Legislativa, uma frente em defesa dos direitos humanos. O colegiado tem o objetivo de assegurar um espaço político para o debate de temas de interesse das minorias no país, o que, segundo eles, ficou inviabilizado com a eleição do deputado do PSC-SP.

Artigos relacionados

0 Comments

Sem comentários

Nenhum comentário até agora. Quer começar?

Comentar

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *