O Expresso Regional

Segundo pesquisador da UNESP, manguezal de Peruíbe (SP) é a jóia do Litoral Paulista

Segundo pesquisador da UNESP, manguezal de Peruíbe (SP) é a jóia do Litoral Paulista

julho 04
09:53 2013

Meio Ambiente

Em sua pesquisa de campo, na Juréia, Marcelo Pinheiro mostra que a preservação do ecossistema é um exemplo de sustentabilidade.

ER

Da Reportagem

Reconhecida nacionalmente pelas suas belezas naturais e a qualidade de vida da população, a Cidade de Peruíbe se tornou um referencial quando o assunto é sustentabilidade. Mesmo em meio às constantes mudanças provocadas pelo crescimento econômico e o aumento populacional, o Município abriga um dos manguezais mais preservados do Estado de São Paulo.

Essa é a avaliação do pesquisador Marcelo Antonio Pinheiro, professor doutor da Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Campus do Litoral Paulista, que nos últimos anos vem realizando estudos sobre o tema. Segundo o pesquisador, o manguezal de Peruíbe pode ser considerado “a joia do Litoral de São Paulo”, que encanta pela sua paisagem exótica e a diversidade de sua fauna e flora.

Marcelo Pinheiro, pesquisador. (Foto: Grupo Crusta)

Marcelo Pinheiro, pesquisador. (Foto: Grupo Crusta)

Em sua pesquisa de campo, Pinheiro identificou que o bioma de Peruíbe é um exemplo de sustentabilidade no Litoral Paulista, com a preservação dos recursos naturais e a ausência de resíduos sólidos (lixo), permitindo o equilíbrio ecológico e a manutenção de espécies da vida marinha.

“É incrível que uma área como esta ainda ocorra em pleno Estado de São Paulo, com a conservação de sua beleza paisagística, comunidades tradicionais, pesca de qualidade e população extremamente amistosa e receptiva ao ecoturista”, explica o pesquisador.

PRESERVAÇÃO

Com o apoio de aparelhos biomarcadores, uma espécie de teste sanguíneo dos animais, a equipe de pesquisa confirmou a reduzida concentração de metais pesados nos manguezais da Juréia, evidenciando sua ausência de contaminação, inclusive com trabalhos publicados em revistas do exterior.

Juréia - manguezal. (Foto: Dedé)

Juréia – manguezal. (Foto: Dedé)

“Com as pesquisas realizadas, identificamos que os manguezais de São Vicente e Cubatão apresentaram 7 e 5 vezes mais impacto por poluentes (não somente metais) do que os manguezais da Juréia, onde os impactos (ameaças) são praticamente nulos”, destaca o professor.

Pelo menos dois fatores exercem um papel importante na conservação do ecossistema. Um deles é a legislação ambiental que assegura a proteção da fauna e da flora no Mosaico Juréia Itatins – região que abriga diversas áreas de manguezal. Outro fator é o estilo de vida da comunidade tradicional, que vive do plantio e da pesca de subsistência, permitindo a manutenção das condições de preservação da vegetação e sua fauna, em todos os ecossistemas costeiros que compõem este mosaico.

“Portanto, posso garantir nestes 15 anos de estudos que os manguezais da Juréia guardam excelente estado de preservação quando comparado a outros do Litoral Paulista”.

CARANGUEJO – UÇÁ

Caranguejo - uçá. ( Foto: Grupo Crusta)

Caranguejo – uçá. ( Foto: Grupo Crusta)

De acordo com o pesquisador, a preservação do ecossistema contribui para a proliferação e constância de várias espécies de animais, que vivem dos recursos providos pelos manguezais. É o caso do caranguejo-uçá, uma espécie de crustáceo com carapaça azulada, arroxeada ou avermelhada e pernas vermelhas. Trata-se de um animal herbívoro, que se alimenta, principalmente, das folhas do mangue. Os machos atingem uma largura máxima de carapaça de 8 a 9 cm; as fêmeas de 7 a 8 cm.

Essa pesquisa faz parte do Projeto Uçá, que teve início em 1998, para levantar informações sobre o modo de vida e a reprodução do caranguejo-uçá no Litoral Paulista. A iniciativa, que tem o apoio da Fapesp, é realizada pelo Grupo de Pesquisa em Biologia de Crustáceos (Crusta), com a participação do professor doutor Marcelo Pinheiro.

Artigos relacionados

5 comentários

Comentar

Your email address will not be published.
Required fields are marked *

Aperte o play para a melhor, rádio NOVA TUPI!

Visite nosso CANAL no Facebook

Canal Expresso Regional

Portal de Notícias ER

O Expresso Regional Baixada Santista

Participe do ER

Envie notícia

O Expresso Regional Vale do Ribeira